PRONTO!

Era SÓ o que me faltava... a VASSALA invadindo o meu "manor" para procurar emprego - E eu que pensava que este BLOG tinha anti-spam...! Cada uma que me acontece... aliás, já falando sobre coisas que me acontecem, vou lhes contar, meus amores:

Estava eu, com Teretetê, indo para uma visita a nossa queridÍSSIMA amiga Glorinha Fuji. Bom, antes de mais nada, devo dizer à vocês que Glorinha é uma legítima "peça" da tradicionalÍSSIMA família nipônica: Fujiwara (Fuji para os íntimos).

Glórinha pertence a uma linhagem de mulheres praticantes do "Ikebana". A arte 'LINDA-DE-VIVER' de ornamentar arranjos florais, que SÓ japonesas 'DA ALTA' com ela, sabem reaLmente fazer. Isso quer dizer... apenas as Fujiwara, o resto é... RESTO!

Como ía dizendo, estávamos eu e Teretetê indo ao Templo Fujiwara. Motivo: Chá das 17:00. Uma tarde adorável, Teretetê com seu modelito 'La Belle de Jour' e eu com meu Versace, é claro!

E é claro TAMBÉM, que fomos recepcionadas com TODA aquela cordialidade de sempre, exatamente como manda o figurino. Teretetê teve sua entrada triunfal em meio as socialites, nossas amigas, lá presente. Como sempre, foi um ESTOURO!!! TODAS queriam saber qual o segredo de beleza, que Teretetê carregava consigo, mas é CLARO que Teretetê não disse. Aliás, Teretetê não se manifestou enquanto esteve lá... muito estranho... ela costuma ser tão falante!!!

Mas enfim, o chá() esteve explendido, mesmo porque contamos com todo o requinte e majestoso banquete que SÓ "Biruta" (famosÍSSIMA boulangerie de minha amissÍSSIMA Verinha)sabe nos proporcionar. Owwww... I SIMPLY cannot help myself, DARLING!!!!

É porisso que eu ADORO o meio em que eu vivo. São pessoas como Glorinha Fuji que nos pretigíam com belas tardes e o prazer de se fazer parte da 'NATA' desta sociedade!!!

Mas, como eu já disse - "Era só o que me faltava" - quando estávamos voltando para casa, Teretetê teve um ATÁQUE!!! Como sempre acontece em ocasiões como esta, em que a coitadinha já está que não se aguenta (quanto menos aos outros)Teretetê começou a esbravejar com o nosso motorista, como se estivesse dizendo: "Anda, anda, anda... Estou EXAUSTA, já não aguento mais TANTA firula!!! Eu sei que não tenho hora para nada, mas..." e começou a virar os olhinhos estrábicos (como ela sempre faz, quando está histérica) . Aprontou um escândalo dentro daquela M-Benz. E ainda por cima, o motorista quase bateu num "fusca" da frente, vocês imaginem... Que horror meu Deus, QUE HORROR!!!

Foi o tempo d'eu passar na Tiffany's e comprar uma nova coleirinha D'Ouro, para que ela abrisse o tempo para todos, com aquele sorriso que só ela sabe dar!!! Ela não é uma graça??? Sabe o que dizem???

"Tal mãe tal filha"!!!



Escrito por Amelinha Borbagato às 04h38
[] [envie esta mensagem]



Minhas amigas (da elite, é claro)!!! Hoje tive um dia muito exaustivo! Tive de conceder uma entrevista a revista "Caras e Bocas" sobre eu e minhas filhas. Fiquei arrasada quando me recordei sobre minha primogenitalia... er... quero dizer, minha primogênita, a Tetezinha (que Deus a tenha).
Mas enfim, aqui está a matéria, para quem não teve a oportunidade de gastar 15 dolares com a revista:

Amélinha Borbagato, socialite e empresária, símbolo da sociedade "cinco- centona" do Morumbi, Zona Sul de São Paulo, é dona de uma longa história de amor com os animais. Hoje, seu xodó é a Teretetê, uma pug de três anos.

Amélinha ficou famosa pela festa preparada exclusivamente para Tetezinha, pequinês que morreu em abril do ano passado. A socialite, que ficou arrasada na época, já tinha a Teretetê quando Tetezinha faleceu, mas mantinha a cadelinha escondida. Ela explica: "Quando a Tetezinha já estava bem velhinha, comprei a Teretetê, mas não poderia deixar que a Tetezinha visse. Ficaria arrasada se pensasse que estava sendo substituída".

A maior razão para a escolha da raça pug foi a representação na novela 'Por Amor', de Manoel Carlos. Na trama, a emergente Meg, personagem de Françoise Fourton baseada em Vera Loyola, tinha uma pug que dispunha de todo o conforto possível e imaginável, como por exemplo, o direito de fazer xixi em um tapete persa. "Procurei por uma pequinês, mas não encontrei. Então me ofereceram uma pug e não me arrependo nem um pouco", explica Amélinha, que adotou a cadelinha em São Paulo.

A socialite fala com empolgação da cadelinha. "De vez em quando brinco com ela e digo: minha filha, como foi difícil o seu parto. Ela olha para mim e abana o rabinho", diz a cincocentona, que considera Teretetê como uma filha, literalmente. "Ela entende tudo. É super inteligente. Além disso, adora um flash. É igual à mãe!".

Borbagato também tem duas gatinhas vira-latas, Titi e Neneca, amigas de Teretetê. "A Tetezinha era diferente, só gostava de mim, já a Teretetê é bem social, fala com todo mundo".

Aliás, social é uma ótima definição para Teretetê. Amélinha conta que quando ela e sua cachorrinha foram convidadas para ilha de Caras, a Teretetê foi um sucesso. "Todos brincavam com ela. Ficou bem comportada o tempo todo. Foi um estouro! Mas em compensação, quando chegou em casa, entrou pelo portão, como se estivesse batendo os pés. Rasgou a minha saia com os dentes - ela nunca tinha feito isso antes! -, olhou para mim como se dissesse 'chega, não agüento mais!', e foi dormir. Só acordou às 10 horas do dia seguinte".

Típico comportamento de quem nasceu para aparecer. Ela tem a quem puxar!



Linda a reportagem, não meus amores??? Só que meus autógrafos custam a sua aLma, meu bem, por conseguinte...



Escrito por Amelinha Borbagato às 23h47
[] [envie esta mensagem]



ArteFacto

Ah... Você ainda está aqui? Enfim...

Hoje, eu, Aninha Salão e a minha queridíssima Maritinha Leite de Carvalho, fomos à inaugurada (e CHIQUÉÉÉRRIMA) 'Aretefacto', em West Miami Beach. Uma viagem muito rápida e adorável... Comprei algumas dúzias de móveis para a redecoração de minha mansão, por lá, e depois voltamos. É CLARO, que daqui há uma semana a decoração terá de ser mudada, pois tenho dores de cabeça SÓ de pensar na "mesmice"... Mas enquanto isso eu me espaireço com meu passa-tempo predileto... COMPRAR, MEUS AMORES!!! TORRAR TODA A GRANA DA MINHA CARTEIRA DA 'LV'!!!!...

Desculpem-me, é que eu simplesmente ADORO minha vida!



Escrito por Amelinha Borbagato às 01h39
[] [envie esta mensagem]



MUITO BEM-VINDOS!

Que bom que você possui uma renda mínima de 'dez mil Euros'! Assim poderá estar em contato com a alta sociedade paulistana, apesar de ser quem você é...
Estarei sempre postando o meu difícil "day-by-day": compras, festas, compras, Jokey Club, compras, plásticas, compras, viagens, compras, tapetes-persa... compras. Enfim, tudo o que eu e minhas amigas da "nata", fazemos!

ps: Que pena você não poder fazer o mesmo... Mas não se impressione, lembre-se que você ainda possui sua renda mínima de 10 mil Euros!!!




Escrito por Amelinha Borbagato às 04h13
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, MORUMBI, Mulher, de 36 a 45 anos, Italian, French, Dinheiro, Casa e jardim, Jockey Club, Beleza, Cachorrinhos


Histórico
18/04/2004 a 24/04/2004
11/04/2004 a 17/04/2004


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Jockey Clube Brasileiro